A MÚSICA DA MORTE [de Cruz e Sousa]

 

João da Cruz e Sousa (Nossa Senhora do Desterro, 24 de novembro de 1861 — Estação do Sitio, 19 de março de 1898) foi um poeta brasileiro, alcunhado Dante Negro e Cisne Negro. Foi um dos precursores do simbolismo no Brasil.

João da Cruz e Sousa (Nossa Senhora do Desterro, 24 de novembro de 1861 — Estação do Sítio, 19 de março de 1898) foi um poeta brasileiro, alcunhado Dante Negro e Cisne Negro. Foi um dos precursores do simbolismo no Brasil.

A Música da Morte

 

A Música da Morte, a nebulosa,

estranha, imensa musica sombria,

passa a tremer pela minh’alma e fria

gela, fica a tremer, maravilhosa…

 

Onda nervosa e atroz, onda nervosa,

letes sinistro e torvo da agonia,

recresce a lanciante sinfonia,

sobe, numa volúpia dolorosa…

 

Sobe, recresce, tumultuando e amarga,

tremensa, absurda, imponderada e larga,

de pavores e trevas alucina…

 

E alucinando e em trevas delirando,

como um ópio letal, vertiginando,

os meus nervos, letárgica, fascina…

 

Leia mais sobre Cruz e Sousa aqui:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cruz_e_Souza

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: