NOVOS POETAS: [Cláudia Banegas – Rio de Janeiro]

Vazio

© Cláudia Banegas

Rio de Janeiro

Como pássaro que se assusta, 
foge de mim a inspiraçao. 
Me aproximo, tento um afago, 
mas em vao… 

Ficou apenas um vazio. 
Nao o preencho com nada, 
nao me forço a compor. 
Apenas, existo. 

A palavra aguardo ainda, 
em sua aparencia, seja ela qual for, 
formando contos, prosas ou poesias, 
nao importa. 
Importa que cada uma, flua do meu interior.

# # # # #

Origem: http://forum.inovanet.pt/vazio-t10183.html

 

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: