TONICATO MIRANDA: No Escuro Ensaio Partidas

no escuro ensaio partidas

Tonicato Miranda

 

Tonicato Miranda

Tonicato Miranda

estou te perdendo de mim

pés na estrada, cascalhos

nenhuma casca de laranja

não há colher de sopa, canja

fome não sei do quê ou qual

jantei o mundo em goles de ar

arrotei os vampiros dos gases

dos automóveis e das gripes

troquei o dia pela madrugada

troquei o rock pelo toque pulsante

do trinado do sax de John Coltrane

mesmo assim sou quase um SOS

ontem almocei meu ventre às avessas

a noite é triste como pau sem cerca onde

o pasto de dentro é o mesmo pasto de fora

estou me perdendo de mim, sou fuga da reta

para além de mim e de toda a humanidade

no rumo do infinito matemático intergaláctico

minha eternidade vai em busca do esquecimento

————————————————————————————- 

Tonicato Miranda

Blumenau, 2/10/2008

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: