CRÔNICAS – Desafio ao leitor

Desafio ao leitor Jamil Salloum Jr.               Hoje proponho um desafio a você, amigo leitor. Terá coragem de aceitá-lo ou preferirá se acovardar? Como introdução ao desafio, cito um trecho da pena do notável fisiologista Charles Richet,  em:             “Por que existes? Não és realmente curioso se nunca fizeste […]

CRÔNICAS: Convite à Mediocridade

Convite à mediocridade  Jamil Salloum Jr. Querido leitor, se você deseja uma cômoda vida de mediocridade, sem preocupações, desafios e crescimento, aceite esta receita que lhe oferecemos, que se mostrará, não tenha dúvida, um guia seguro: 1 – Antes de pensar, primeiro informe-se sobre o que deve ser pensado. Consulte a sociedade, de preferência as […]

O BOI NA PLATEIA [DE Tonicato Miranda]

O boi na platéia para Vera Lúcia Gonçalves da Silva você Sol, invencível astro nosso amo e senhor aquele que governa a luz o que dita para todos o sono somente a ti invejo neste mundo vejo os rabos dos bois na campina verde e para quem eles balançam senão para ti ouço passarinhos de […]

8 Flores e a Canção Desesperada [de Tonicato Miranda]

8 Flores e a Canção Desesperada   para a mulher amada/ e tantas mulheres como você   Você, rosa vermelha e um punhal brilhante sobre a mesa do corredor até a mim vem uma canção desesperada Você, um lírio branco e vinte lírios brancos sobre a mesa que nada rivalizam ou contêm dos acordes da […]

DEAMBULATORIUM [de João Batista do Lago]

Acordo num ofertório do dia Onde a primavera solícita Oferece-me o sorriso das flores Ouço as palavras das rosas

TASSO DA SILVEIRA (1895-1968)

    TASSO DA SILVEIRA (1895-1968)     Poeta e escitor curitibano (Paraná, Brasil). Formado em Direito,  no Rio de Janeiro. Considerado um dos representantes da ala espiritualista do modernismo, ao lado de Cecília Meireles e Tristão de Ataíde. Pertenceu ao grupo da Revista Festa, da qual foi um dos fundadores. Estreou como poeta com Fio d’Água, […]